Significado de nome: Wesley



Vi que virou moda no Facebook as pessoas buscarem o significado do próprio nome. Já sei que "Wesley" significa que "vem do ocidente", que é um nome muito usado nos países britânicos e etc. Mas resolvi pesquisar melhor agora a noite e tô assustado com o resultado. Parece que quem escreveu essas coisas me conhece desde que eu nasci! Olha isso:


WESLEY: QUE VEM DOS CAMPOS DO OESTE
O "wes" refere-se à direção ocidental cardeal, enquanto a palavra "lea" refere-se a um campo de pasto, ou de floresta. Assim, a origem do nome se refere a um "western lea, ou "dos campos do oeste". O nome foi predominantemente utilizado como um sobrenome até que John Wesley, fundador da Igreja Metodista, inspirou alguns pais a darem seu nome para os filhos, mantendo os sobrenomes.


QUEM É WESLEY?
WESLEY é uma pessoa que vive de elogios. Sente-se nas nuvens quando recebe o reconhecimento de alguém, mesmo não assumindo isso. Isso pode vir a ser um problema se não souber controlar sua vaidade. Mas em contrapartida tem sérios problemas com o sentimento de rejeição, de não ser bem vindo, ser ignorado, principalmente se este vier de pessoas queridas. WESLEY odeia se sentir excluído. Quando isso acontece, se fecha e sente vontade de ir embora a todo o custo. WESLEY se magoa facilmente, e perdoa com a mesma facilidade. Não guarda mágoas. É uma pessoa sentimental, melindrosa.

A missão de WESLEY é tentar desvendar os mistérios do mundo. Ele sempre estará em busca de pessoas e coisas que possam trazer informações novas e estimular as suas habilidades mentais. A educação acadêmica, técnica e espiritual será essencial para o desenvolvimento de WESLEY. Como tem a cabeça a mil por hora, precisa de tempo para descansar. Desde pequeno busca a verdade. Não se assuste se ele fizer perguntas com respostas já conhecidas. É provável que esteja testando você. Dificilmente WESLEY se engana com as pessoas. Ele sabe em quem confiar. Gosta de fazer análises e investigações e fica feliz da vida quando alcançar uma nova descoberta.

WESLEY é do tipo caseiro, de poucos amigos em quem confie plenamente. Não se espante se WESLEY raramente falar o que sente. É que WESLEY tem muita dificuldade de dizer o que se passa consigo mesmo.  Sinta-se privilegiado se você fizer parte do grupo de pessoas com quem WESLEY fala sobre si mesmo. 

WESLEY é do tipo responsável, que evita ao máximo assumir compromissos, mas quando assume os leva até o fim. Evita prometer, mas quando promete cumpre. WESLEY é o tipo que gosta de dar respostas evasivas, fugindo de assuntos que considere pernicioso para ele. Não que não tenha respostas. Ele apenas evita falar.

WESLEY é do tipo que gosta de mostrar sua criatividade. Gosta de saber que há pessoas acompanhando o que ele faz. Se sai bem quando exposto à mídia, mesmo que aparentemente sua timidez seja um empecilho. Se dá bem com crianças, e elas geralmente gostam de seu jeito dócil e aparentemente infantil.

WESLEY não é dos melhores tipos com as mulheres. Tem dificuldades em se achegar a elas, e cora de vergonha se perceber estar sendo assediado por uma mulher. Toma iniciativas, mas não sempre. Gosta de amizades com mulheres, pois elas entendem mais facilmente seu lado introspectivo. Mas a amizade com as mulheres pode ser algo negativo. Quando estiver apaixonado, WESLEY terá dificuldades em mostrar isso. Pode ser entendido como um bom amigo, e por dentro estar ardendo de paixão.  

***

Por definição não acredito em nenhum tipo de previsão, adivinhação, astrologia, signos, esoterismo & derivados. Mas que muita coisa ai bate certo comigo isso é verdade. Bom, "há mais coisas entre o ceu e a terra do que supõe nossa vã filosofia". Então tá!

Pensar fora da caixa



Cada um de nós vivemos em um mundo, um universo pessoal, um "infinito particular", como bem diz a Marisa Monte, e de quem pego emprestado essa expressão sempre que abordo esse tema. Para alguns, seu infinito particular são os pais, colegas de escola, vizinhos e amigos de infância. Para outros pode ser o trabalho, ou apenas a esposa, ou o marido e os filhos, ou o grupo religioso, ou qualquer outra coisa ou pessoa com a qual se tenha afinidade, se conviva diariamente e se tenha laços fortes. Todos nós temos nosso mundo, nossa caixa, nosso habitat onde crescemos, fincamos raízes e onde vivemos, e onde muitas vezes construímos nosso futuro.

Por melhor que seja a vida dentro desse mundo, algumas pessoas sabem que pensar fora da caixa pode ser algo muito gratificante. Ver por cima dos muros, conhecer gente além das nossas fronteiras internas, experimentar culturas diferentes, situações nunca antes pensadas. Essas são coisas que fazem bem, pois nos fazem enxergar que existem mundos diferentes dos nossos, e que às vezes há coisas boas em outras formas de ver a vida. Como muito bem disse a Pitty em sua musica Anacrônico, existe um "outro ciclo em diferentes fases vivendo de outra forma, com outros interesses, outras ambições mais fortes". Tanto porque ninguém é a mesma pessoa desde sempre. Todos nós mudamos nossa forma de pensar conforme o passar dos anos. Lembre quem era você há dez anos atrás. Muita coisa mudou em sua cabeça, não? Sabe por que? O mundo mudou nesse tempo. As informações mudaram, o padrão cultural mudou, as pessoas mudaram. Ou seja, conhecer outras formas de ver a vida é algo muito positivo para todos nós. Uma experiência que ninguém poderia deixar de tentar viver.

Mas nem sempre as pessoas pensam assim. Talvez pelo medo do desconhecido, pela insegurança de não saber o que vai encontrar na busca pelo diferente, essas pessoas se fecham em seus mundos e preferem evitar contato próximo com tudo que venha de fora. São pessoas que consideram bastante cômoda e feliz a vida dentro do próprio mundo em que vivem e preferem não buscar nada que não faça parte de seu infinito particular. Essas pessoas se bastam dentro de seus mundos e não veem qualquer necessidade de contato externo. Sendo assim essas pessoas irão repelir qualquer tentativa externa de aproximação, seja pelo desprezo, seja pela indiferença ou pela rejeição direta. Essas são pessoas que são sim, felizes e que tem sim grande chance de dar certo na vida e obter sucesso. Mas perdem por deixar de conhecer o diferente.

Sim, é importante manter laços, criar vínculos. Lógico que sim. Eu seria um louco e iria contra anos de estudos sociais se dissesse algo diferente disso. Todos nos precisamos de um chão firme, uma terra onde possamos retornar, pessoas confiáveis com quem podemos contar em todo o tempo. Todos nós precisamos do nosso "infinito particular". Ele é saudável e necessário. Mas é um grande erro se fechar nesse mundo. Uma das maiores virtudes humanas é saber que há vida inteligente fora da nossa caixa pessoal, e que muitas vezes, pelo medo do desconhecido, perder grandes oportunidades. Oportunidades para a vida toda.

Antes de se fechar em seu próprio mundo e se anunciar ou sinalizar como autossuficiente, reflita sobre o que você pode perder se deixar de conhecer o mundo externo. Não é abandonar suas raízes e desfazer seu mundo em nome de uma aventura desconhecida. É dar espaço para que outras pessoas e formas de pensar façam parte de seu mundo. Não é sair da caixa, é aumentar o tamanho dela. Como o próprio nome diz, seu "infinito" particular tem sim espaço pra muitas novas experiências.

É só prestar um pouco mais de atenção ao que há em volta. Ou não tão em volta assim, mas em algo ou alguém que tenta a todo custo se aproximar e você, talvez pelo medo do desconhecido, esteja afastando.

Carta Para Mim Mesmo - II

Prezado eu,

Antes de qualquer coisa te desejo um feliz 2012. Você esteve tão ocupado com outras coisas que nem teve tempo de desejar um feliz ano novo para si mesmo, não é? Tudo bem, não me chateei com isso.

Vamos ao que interessa: desde nossa primeira conversa há 7 meses atrás, percebo que você fez grandes avanços. Fiquei feliz com isso. Percebi que você vem tentando corrigir aquele hábito de não dizer o que sente. Ainda há muito o que melhorar, convenhamos, mas você vem fazendo grandes progressos. Já consegue conversar com outras pessoas sobre assuntos internos seus, seus medos, traumas. Isso é bom. Só tome cuidado com o tipo de pessoas com quem você conversa sobre esses assuntos. Algumas pessoas podem muito bem passar pela vida sem saber nada sobre você. Escolha as pessoas certas na hora de desabafar. Mas você melhorou muito, e isso é bom.

Você está, aos poucos, se aceitando como é. Eu dei pulos de alegria quando percebi isso. Não há nada pior nessa vida do que tentar ser alguém que não somos, não é mesmo? Aceite uma coisa, meu caro: você é tímido sim, e não há defeito nenhum em ser assim. Os tímidos são pessoas fantásticas de se conhecer, porque você conhece aos poucos. Um tímido tem algo novo para revelar todos os dias. A dificuldade de dizer de cara quem você é te torna uma pessoa para ser descoberta. Quer algo melhor do que ter ao lado uma pessoa que tem algo novo todos os dias? Até que enfim você se aceitou como tímido.

Você já não tem mais tanto medo de se relacionar com as pessoas. Esses dias vi você conversando animadamente com um colega de trabalho, e isso me deixou muito feliz, sabia? É bom ver você sorrindo em companhia de outras pessoas. Ninguém nasceu para ser sozinho, meu amigo! Você só precisa perder o medo de se enturmar. Vá, participe de grupos, frequente festas de amigos. Se matricule, se inscreva. Não tenha medo de conhecer gente nova.

E deixa eu te falar uma coisa, meu querido: o que você escreveu aqui outro dia é o que eu estou pensando mesmo? Hummmm, olha como você tem evoluído! Que bom, meu caro. Como eu disse, ninguém nasceu para ser sozinho. Não é porque você se decepcionou uma vez que você vai ter medo de tentar novamente pelo resto da vida. Você já está a caminho dos trinta, esqueceu disso? Brincadeira! Mas há algo de verdadeiro em estar a caminho dos trinta: você não é mais o mesmo menino inseguro de quando tinha 19 anos? Você lembra de como você era? Dava pena de você! Mas agora você é outra pessoa, por isso tente,  e se tiver de acontecer, acontecerá. É só ter atitude, mas sem precipitar as coisas. Se é isso mesmo, vá em frente. Se o retorno for negativo pelo menos você tentou. Melhor tentar e receber um não do que não tentar, não é mesmo? Tomara que dê certo!

Bom, vou encerrando a carta de hoje. Ainda temos coisas para resolver juntos, mas você tem feito grandes avanços. Creio que, com alguma persistência da sua parte, em breve deixaremos de ser duas pessoas distintas e passaremos a ser o que devemos ser de fato: uma só pessoa, a pessoa que você imagina ser a ideal e a que você realmente é.

De quem torce para que tudo dê certo para você,

Mim.